Jump to content


Mark do Foster the People diz que toca guitarra por causa do Nirvana


2 replies to this topic

#1 Guh.

Guh.

    winter is coming

  • V.I.P.
  • 3.369 posts
  • Sexo:Masculino
  • Localização:Belém, Pará
  • Twitter:@TheYoungWolf_
  • Idade:19

Posted 22 março 2012 - 23:20

É preciso perspicácia – ou elevada dose de boa vontade – para avistar no som do Foster the People algo que remeta ao Nirvana. “Dançante” é um dos atributos convencionalmente concedidos à música do primeiro grupo, apontado como um dos principais da safra atual de indie pop, que toca no Lollapalloza Brasil. E a dança era tudo o que Kurt Cobain (1967-1994) não parecia pretender proporcionar. A despeito dessa diferença essencial de propósitos, Mark Foster, líder da banda à qual ele empresta o sobrenome, afirma: “Eu não estaria tocando guitarra hoje se não fosse o Nirvana”.
Não só Nirvana de Cobain, mas também Pearl Jam, Alice in Chains e Soundgarden – todos estão entre os favoritos de Mark Foster, segundo ele conta em entrevista ao G1, por telefone. São os expoentes do “estilo” que Seattle, cidade do noroeste dos EUA, exportou ao mundo na primeira metade dos anos 1990. “Eu cresci na era do grunge”, esclarece Mark, orgulhoso de ter se encontrado há poucos dias com Dave Grohl, que tocou bateria no Nirvana e hoje está à frente do Foo Fighters.

A trajetória bem-sucedida do Foster the People deve-se, sobretudo, a uma música: “Pumped up Kicks”. Ou ao conflito que ela propõe. Formado em Los Angeles em 2009, o trio lançou a canção no ano seguinte. Em 2011, virou hit. Ela serve bem a uma pista, muito por causa do refrão. Por sobre a melodia entusiasmada, contudo, existe a letra acerca de um garoto que encontra uma arma no closet do pai. Depois, tem a cena numa escola ou lugar semelhante, com crianças correndo: o assunto rendeu alguma polêmica.

"Pumped up Kicks” está no disco de estreia do Foster the People, “Torches” (2011). Ele é feito de outras músicas com potencial para chegar a uma audiência além do indie a que a banda é por vezes restringida. “Houdini” é um exemplo, e foi com ela que o Foster the People cometeu uma ousadia que recentemente provocou repercussão. Para executá -la no “Saturday Night Live”, um dos humorísticos mais populares da tevê americana, o grupo convidou Kenny G., o veterano saxofonista de reputação discutível. Nesta conversa, Mark diz por que fez o convite. Fala também de como foi tocar com uma companhia mais ilustre, os Beach Boys.

para ver a entrevista do G1 com o Mark (vocalista) clique AQUI

------------------

gosto ainda mais deles agora!!!
uma pena que não vou no Lollapalloza =/
alguém aqui vai? se sim, vai pro show do Foster The People? e está animado com o lolla? =)

Posted Image

Twitter | tumblr
Graphic da Semana #20 #51 #60
Thanks: Lívia | Lívia+1


#2 Lyyh

Lyyh

    Mad As Rabbits =P

  • Designer
  • 1.026 posts
  • Sexo:Feminino
  • Localização:MG
  • Idade:18

Posted 23 março 2012 - 06:01

Que ir muito ao Lolla... =/
Nirvana sempre influenciando! *-*
Queria ter nascido nessa época!

#3 darkpieces16

darkpieces16

    Daqui 2 anos: Farmacêutico

  • V.I.P.
  • 1.741 posts
  • Sexo:Masculino
  • Idade:22

Posted 28 novembro 2012 - 15:01

Foster S2
bom tópico vlw o post

Edited by darkpieces16, 28 novembro 2012 - 15:02 .



Blend da Semana: #98
Graphic da Semana: #55



Reply to this topic



  


1 user(s) are reading this topic

0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)